'Carroça' sem freio esbarra "Bond" do Mengão   e Ceará garante boa vantagem

Vozão vence por 2 a 1 e joga por um empate no duelo de volta.

    Marcelo Nicácio comemora o primeiro gol do Ceará nesta quinta-feira  (Foto: Ag. Estado)
Sem perder nesta temporada , o Flamengo sentiu o gosto amargo da derrota pela primeira vez nesta quinta-feira. Com uma atuação eficiente, o Ceará bateu o time rubro-negro por 2 a 1, no Engenhão, e conquistou uma boa vantagem na busca por uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil. Geraldo e Marcelo Nicácio marcaram para o Vozão. Wanderley diminuiu para o Rubro-Negro. O placar põe fim a uma série invicta de 26 jogos da equipe da Gávea (25 partidas neste ano e uma na temporada passada). Foi a vitória da 'Carroça Desembestada', apelido dado ao time alvinegro pela boa campanha na temporada, sobre o 'Bonde do Mengão sem freio', como o Rubro-Negro vinha sendo chamado.

Deivid e Ronaldinho lamentam a derrota
(Foto: Alexandre Cassiano / Agência O Globo
 O jogo também marcou o fim da lua de mel da torcida rubro-negra com Ronaldinho. O meia foi vaiado várias vezes, assim que a bola chegava a seus pés. Vanderlei Luxemburgo também foi chamado de burro durante o jogo. Ao final da partida, muitas vaias para todo o time rubro-negro.



Com o resultado, o Ceará joga pelo empate no duelo de volta, na próxima quarta-feira, em Fortaleza. Caso o Flamengo vença por 1 a 0, o Vozão também seguirá na competição. O Rubro-negro precisa vencer por dois gols de diferença, ou pela vantagem mínima, desde que marque três ou mais gols (3 a 2, por exemplo). Porém, antes do duelo decisivo pela Copa do Brasil, o Ceará faz, neste domingo, a final do segundo turno do Cearense, contra o Guarani de Juazeiro. Como ganhou o primeiro turno, o Vozão fica com o título caso vença esse duelo, à exemplo do que aconteceu com o Fla no Carioca.
 
FLAMENGO 1 X 2 CEARÁ
Felipe, Galhardo (Diego Maurício), Welinton, Ronaldo Angelim e Rodrigo Alvim (Fierro); Willians, Renato, Bottinelli e Thiago Neves; Ronaldinho e Deivid (Wanderley). Fernando Henrique, Boiadeiro, Fabrício, Erivélton e Vicente; Eusébio, João Marcos, Thiago Humberto (Murilo) e Geraldo; Iarley (Osvaldo) e Marcelo Nicácio (Washington)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo Técnico: Vágner Mancini
Gols: Marcelo Nicácio, aos 43 do primeiro tempo, Geraldo aos 23 do segundo tempo e Wanderley, aos 30 do segundo tempo.
Cartões amarelos: Geraldo, Fernando Henrique (Ceará)
Estádio: Engenhão. Data: 5/5/2011. Competição: Quartas de final da Copa do Brasil. Árbitro: Marcos André Gomes da Penha (ES). Auxiliares: Silva Ramires (ES) e Kléber Lúcio Gil (ES).