Pistoleiro já está identificado que vitimou o vereador na cidade de Jaguaretama

Tenente-coronel PM Sidney Paiva, do 1º BPM (Russas),
comanda a caçada ao assassino na região do Vale do
Jaguaribe. Ontem, ele voltou à cena do crime e descobriu
as marcas dos tiros. F:RODRIGO CARVALHO
Polícia já tem duas vertentes na apuração do crime que vitimou o vereador ´Marcão´, na cidade de Jaguaretama
A delegada Vera Lúcia Granja e o major Wellington,
de Jaguaribe, mostram o local onde o vereador tombou
após ser atingido pelos disparos de pistola, na rampa ao
lado do plenário da Câmara Municipal
A câmara Municipal de Jaguaretama amanheceu
cercada por um forte aparato da Polícia Militar.
Mais de 50 homens fazem buscas naquele Município
e cidades próximas na caça ao matador.

Jaguaretama. Cobrança de uma dívida bancária milionária ou vingança por conta do assassinato de um adolescente?

Esta é a principal dúvida das autoridades e as duas vertentes da investigação que tenta esclarecer o assassinato do vereador deste Município (a 240Km de Fortaleza), Marcos Rogério Machado de Lima (PRB), 32.

O político morreu no início da madrugada de ontem, no Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro), por não resistir aos seis tiros de pistola calibre 9 milímetros que sofreu durante um atentado nas dependências da Câmara Municipal. O fato ocorreu no começo da tarde de segunda-feira última, por volta das 13h10, logo após o encerramento de uma sessão ordinária no Plenário Clênio Pinheiro Landim, quando um pistoleiro invadiu a Câmara e disparou sua arma.

Ontem, durante todo o dia, as polícias Civil e Militar trabalharam em conjunto na tentativa de desfazer o mistério que envolve o assassinato. A identificação do pistoleiro já está nas mãos dos delegados Edmar Beserra Granja e Vera Lúcia Granja, da Delegacia Regional de Polícia Civil de Jaguaribe; e do tenente-coronel PM Sidney Paiva, comandante do 1º BPM (Russas). A reportagem do Diário do Nordeste teve acesso exclusivo ao nome do suspeito, contudo, atendendo ao pedido das autoridades, mantém a identidade do acusado em sigilo. "Estamos realizando diligências para encontrá-lo. Temos informações de que ele ainda está na região", contou o coronel Sidney na manhã de ontem.

Cerca de 50 policiais militares, dos efetivos de Russas, Jaguaribe, Jaguaretama e Morada Nova, estão mobilizados na caçada ao pistoleiro e seu comparsa no Vale do Jaguaribe.

Mesmo com absoluta cautela, as autoridades já descobriram que o vereador assassinado estaria sofrendo ameaças de morte, muito embora não tenha declarado este fato abertamente aos demais políticos deste Município.

Nas mãos da Polícia também a informação de que ´Marcão´, como era mais conhecido, teria contraído uma dívida de R$ 3 milhões, há cerca de dois anos. O dinheiro teria sido fruto de um empréstimo bancário feito no em nome de outro comerciante de Jaguaretama, que estaria cobrando o pagamento. Com o dinheiro na mão, o vereador teria investido em seus negócios particulares, como a compra de cavalos de raça, máquinas agrícolas e automóveis. O não pagamento da dívida seria, supostamente, uma das razões que do crime de pistolagem.

A outra linha de investigação diz respeito a um crime de morte ocorrido no ano passado, quando um jovem foi executado no Anel Viário, em Fortaleza. Segundo investigações da época, o rapaz era filho de um comerciante de queijos em Jaguaretama. O pai do rapaz teria acusado o vereador ´Marcão´ e um sargento da PM residente neste Município de serem os responsáveis pelo crime.

Comoção
Ontem, Jaguaretama permaneceu como no dia anterior, num clima de comoção, revolta e medo diante do crime de morte na Câmara Municipal. O vereador ´Marcão´, segundo informações do IJF-Centro, faleceu por volta de zero hora da terça-feira no Setor Risco I. Ele sequer chegou a ser submetido a cirurgia. Seu estado de saúde era gravíssimo em virtude dos diversos tiros que sofreu, entre eles, dois na cabeça. Já o vereador José Antônio Lopes Pereira (PMDB), 32, baleado de raspão no tórax, recebeu alta médica. O sepultamento do vereador deverá ocorrer na tarde de hoje.

PROTAGONISTA
Fuzilado
Marcos Rogério Machado de Lima

Ferido por tiros disparados à queima-roupa, o político foi trazido para Fortaleza, em estado gravíssimo, e faleceu no começo da madrugada de ontem. Ele não teve, sequer, chance de defesa. Seu corpo será sepultado ainda hoje

FERNANDO RIBEIRO
EDITOR DE POLÍCIA
Fonte: Diário do Nordeste