Obras estruturantes no Interior somam R$ 2 bilhões


 O Ceará entra o novo ano com obras estruturantes em mais de 20 Municípios do interior do Estado

FRANCISCO VIANA
Ampliação do terminal do Porto do Pecém,
em São Gonçalo do Amarante, vai incrementar
as exportações de frutas dos perímetros
irrigados do Estado. A segunda etapa,
já licitada, aguarda assinatura do governador Cid
RODRIGO CARVALHO
Barragem do Rio Figueiredo, no Município
de Alto Santo, é mais uma obra do Programa
de Aceleração do Crescimento (PAC), no Estado.
Problemas fundiários de desapropriações atrasam
o cronograma do projeto
Limoeiro do Norte. Com algumas construções em dia, mas a maioria em atraso, o Ceará tem ao menos 18 grandes obras estruturantes em andamento. Perímetros irrigados, ampliação do terminal do Pecém, barragens e ferrovia estão entre as principais. Cada região do Estado tem ao menos uma grande obra. Somadas as que estão em andamento, tem-se cerca de R$ 2 bilhões - excluindo-se a transposição do São Francisco e a Transnordestina, que recebem investimentos para três Estados. A segunda fase de ampliação do Pecém será a maior obra deste semestre, com cerca de R$ 570 milhões. As obras geram emprego e movimentam a economia. O desafio é respeitar a legislação ambiental, as desapropriações fundiárias e combater subcontratações à revelia das leis trabalhistas.

Seria exagero dizer que o Estado é um canteiro de obras, porque, em alguns casos, o canteiro passa semanas, ou até meses, sendo apenas um canteiro de material de construção. Mas o Ceará entra o ano com grandes obras públicas em mais de 20 Municípios, tendo um valor pulverizador para muitos outros - da mão-de-obra contratada ao benefício após a conclusão. Aeroportos nos litorais leste e oeste movimentarão polos os turísticos das praias de Jericoacoara e Canoa Quebrada.

Exportações
A ampliação do Terminal Portuário do Pecém vai beneficiar as exportações de todo o Estado, como as frutas produzidas nos perímetros irrigados. O Distrito Irrigado Tabuleiros de Russas abrange Limoeiro, Russas e Morada Nova. A segunda etapa, incluída no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), orçada em R$ 140 milhões, está em fase de execução. Não sem antes apontamento de falhas na desapropriação de famílias em áreas ocupadas pelo perímetro.

A Barragem do Figueiredo, em Alto Santo, outra obra do PAC, está parada até que Dnocs e Governo do Estado concluam as pendências fundiárias com as famílias desapropriadas. Há mais de dois anos, dezenas de famílias de áreas que serão alagadas pelo açude em Iracema e Potiretama aguardam o lugar para onde serão transferidas. Foi por reivindicação delas que a Justiça Federal determinou a suspensão das obras. Quando concluído, o açude terá capacidade de acumular meio bilhão de metros cúbicos de água.

Depois de concluída a primeira fase, o Terminal de Múltiplas Utilidades (Tmut) no Pecém terá a sua segunda etapa iniciada neste semestre. Após a definição do consórcio vencedor, faltará apenas a assinatura da ordem de serviço pelo governador Cid Gomes. Serão R$ 570 milhões investidos na expansão, que inclui uma nova ponte de acesso ao quebra-mar existente com 1.520 metros de extensão, pavimentação sobre o quebra-mar e sua ampliação; o alargamento da ponte; a construção de 600 metros de cais com berços de atracação de navios cargueiros ou porta-contêineres. Estes últimos equipamentos serão voltados para operação com carga geral e produtos da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), da refinaria Premium II, da Petrobras, e da Transnordestina.

Entre os destaques de obras de vias de transporte, estão o metrô de sobral e a construção do Anel Viário da Região Metropolitana de Fortaleza. Quando concluído, o metrô de sobral movimentará até cinco mil pessoas por dia. A obra custa R$ 71 milhões. Já o Anel Viário, de 32km, circunda a Capital. A obra permitirá a melhoria de tráfego na Região Metropolitana de Fortaleza. A duplicação é parte do Plano de Logística de Transporte do Porto do Pecém. A nova pista será de pavimento de concreto, mais resistente ao fluxo pesado.

Mais informações:
Secretaria de Infraestrutura do Estado ( Seinfra)
Telefone: (85)3217.3765
http://www.seinfra.ce.bov.br
http://www.ceara.gov.br
REPÓRTER: MELQUÍADES JÚNIOR
Fonte: Diário do Nordeste-Regional