Iracema , Ministério Público cobra regularização em hospital municipal

A Unidade Pública de Saúde do município de Iracema não está devidamente inscrita no Conselho Regional de Enfermagem (Coren) do Ceará. Por esse motivo o Ministério Público propôs uma Ação Civil Pública com pedido de tutela antecipada contra o município. A intenção é pressionar o poder público para inscrever a unidade de saúde no Conselho e, a partir daí, regularizar a situação dos seus profissionais.
Um ano atrás o Coren constatou a ausência de registro e de um responsável técnico de enfermagem no hospital, o que deixa fora das normas constitucionais. “A existência de profissional sem que esteja devidamente inscrito no Conselho Regional de Enfermagem põe em risco toda a segurança da saúda da população de Iracema”, afirma o promotor de Justiça Eduarto Tsunoda.

 REPÓRTER: MELQUÍADES JÚNIOR