Indústria versátil gera riqueza no Vale do Jaguaribe


Empresários expandem negócios na Região do Jaguaribe, atraindo clientes e multiplicando negócios

José Edson Nogueira é exemplo de empreendedor
que apostou em Jaguaribe na expansão dos negócios
do setor moveleiro, exportando produtos para o Norte
 e Nordeste e 14 países FOTOS: JOSÉ LEOMAR

Com franquias em diversos Municípios do Interior,
a Boticário experimenta o sucesso de vendas
FOTO: HONÓRIO BARBOSA
Iguatu Uma produção média mensal de 100 mil peças de 50 modelos diferentes de móveis de madeira e de aço (dormitório, roupeiro, armário de cozinha e conjunto de varanda). Além disso, a comercialização se dá para as regiões Nordeste e Norte e exportada para 14 países. Tudo isso faz com que a indústria Tuboarte, localizada no Município de Jaguaribe, seja a maior unidade fabril do segmento da região nordestina. Pela quinta vez, a empresa recebe o Prêmio Contribuintes por apresentar elevado índice de arrecadação de tributo estadual.

"Cada ano que recebemos essa comenda é uma satisfação renovada", disse o empresário José Édson Nogueira, diretor presidente da Tuboarte. "Esse prêmio é importante para a empresa, dignifica quem trabalha com seriedade e contribui para o crescimento do Estado, que pode aplicar recursos nos setores de Educação e Saúde".

A produção da empresa é dividida ao meio entre móveis tubulares e de madeira. "Em 2011, atingimos todas as nossas metas e para o próximo ano acreditamos no crescimento do mercado", frisou Édson Nogueira. A Tuboarte foi criada em 1993 e começou pequena com dois funcionários, mas hoje gera 520 empregos diretos.

Em menos de duas décadas, é uma empresa em expansão, destaque na região Nordeste. Antes de instalar a fábrica, o empresário Édson Nogueira tinha lojas de calçados e confecções e viu a oportunidade de crescimento no setor moveleiro.

Outra empresa que é destaque em Jaguaribe é a concessionária de caminhões Mercedes Benz, a Jaguardiesel, que há 40 anos atende clientes do Ceará e de Estados vizinhos, vendendo veículos, peças e serviço automotivo. A unidade gera 60 empregos diretos.

O empresário José Abner Nogueira Diógenes Pinheiro, economista de formação, após uma visita à família no fim da década de 1970, decidiu assumir o comando dos negócios. Pelo terceiro ano consecutivo recebe o Prêmio Contribuintes.

Boas vendas

Na cidade de Orós, o empresário José Ociliano Cândido, conhecido por Padre, há dois anos abriu uma empresa empacotadora de açúcar com a marca Laysa. "Vi outros exemplos e decidi comprar máquinas e começar a atividade", contou. "Foi uma decisão acertada porque as vendas não param de crescer". Hoje, a empresa atende 22 cidades da região e está em expansão. "No próximo ano, queremos chegar a Fortaleza", anunciou Cândido. A empacotadora gera 45 empregos diretos e tem um faturamento mensal médio de R$ 1,5 milhão.

Em Cedro, o empresário Francisco Erasmo Ferreira da Costa começou pequeno, em 1983, com um box no mercado público. Hoje é um dos maiores atacadistas de produtos de alimento na região Centro-Sul. Distribui mercadorias para 40 cidades e gera 80 empregos diretos. "Esse prêmio é um reconhecimento de quem respeita a legislação tributária", observou.

A Moveletro, com sede em Acopiara, tem 13 filiais na região e gera 200 empregos diretos. Por duas vezes, já obteve o Prêmio Contribuintes. A empresa foi instalada há 12 anos e permanece em expansão em setor bastante concorrido. O empresário José Leite do Vale também explora empresas no ramo de supermercado e posto de abastecimento de combustível.

Na cidade de Mombaça, a empresa Kátia Magazine Presentes começou em 1990 com apenas dois funcionários depois de uma experiência de venda na própria da empresária Kátia Holanda de Morais. "Vimos que era preciso alugar um prédio e abrir uma empresa no centro", contou. "Hoje são 30 funcionários e após reforma no ano passado, crescemos mais ainda", contou a proprietária. A loja comercializa produtos diversos: telefonia, calçados, confecções, móveis e eletrodomésticos. O resultado de boas vendas foi a inclusão no Prêmio Contribuintes, categoria Simples Nacional.

Outra loja de sucesso no Interior é a Glauber Sapatos, em Tauá. Depois de assumir o comando da empresa familiar a partir de 2000, o empreendedor Gláuber Fialho da Silva fez modificações e luta manter o ritmo de crescimento dos negócios. "Estamos satisfeitos com a indicação do prêmio e esperamos manter o bom desempenho", frisou. A unidade comercial gera seis empregos diretos.

MAIS INFORMAÇÕES

Indústria Tuboarte
(88) 3522. 8300 - Jaguardiesel, (88) 3522. 1313 - Empacotadora de Açúcar Laysa, (88) 3584. 1195

HONÓRIO BARBOSA
Fonte: Díario do Nordeste-Regional