Moradores de Área de risco participam de Natal solidário


Crianças da Ilha de Santa Terezinha, comunidade
que, durante o inverno, transforma-se em área de
risco, sujeita a inundações. Nas festas de fim de nao,
moradores transforma-se em Papai Noel
FOTO: MELQUÍADES JÚNIOR
Limoeiro do Norte Sendo eles mesmos o "Papai Noel", mas sem barba nem roupas vermelhas, os moradores da Ilha de Santa Therezinha, neste Município, reúnem-se pelo 13º ano consecutivo para realizar o Natal solidário. Com a programação iniciada na última terça-feira, é um evento recheado: atendimentos médicos, odontológicos, cortes e penteados de cabelo, apresentações artísticas e, como não faltaria, distribuição de presentes.

O Natal solidário, realizado pelo movimento Sou do Bem, Sou da Paz, na própria comunidade, conta com entidades parceiras e leva alegria e esperança para os moradores que moram nas áreas de risco próximo ao Rio Jaguaribe.

A meninada já ensaiou durante a semana. Em mais um Natal da Ilha de Santa Therezinha, as apresentações culturais de logo mais à noite marcarão mais um ano do evento tradicional. Depois de passarem por consultas médicas e por atendimento com dentista, as crianças, os jovens e os adultos da comunidade são todos "filhos da Ilha" em mais uma ceia natalina. O natal solidário é organizado por entidades como o movimento Sou do Bem, Sou da Paz, Instituto Brasil de Dentro, Comunidade Católica, Unimed e da Rede Nacional de Mobilização Social (Coep).

Cerca de 630 brinquedos serão distribuídos para todas as crianças da Ilha de Santa Therezinha. É um evento que faz alegria da meninada, enquanto os pais, que já foram presenteados por atendimentos médicos e odontológicos, conferem as apresentações artísticas.

"É um momento que reúne a comunidade, é um ato de amor", afirma Socorro Mendes, que coordena o evento natalino ao lado de Ítalo Diógenes, presidente do movimento Sou do Bem, Sou da Paz. É uma campanha para mostrar os valores culturais e sociais da localidade, que fica na periferia da cidade e que, pelos constantes problemas sociais como violências, crimes etc, acaba caindo no senso comum e preconceito da população em geral. Em outras palavras, a comunidade é mal vista por uns, mas o "Natal da Paz" tem mudado essa cara na cidade.

Situada à margem do Rio Jaguaribe, a Ilha de Santa Therezinha, com mais de dois mil moradores, é uma das principais áreas de risco de Limoeiro do Norte. Quando chove e aumentam o nível do rio, a água invade as casas. A passagem molhada, que liga a comunidade ao Centro da cidade, é tomada pelas águas, e têm lugar as canoas, transportando a população de um lado a outro. Gente que um dia foi desabrigada, como Rosineide Lopes, que hoje está na sua casa de tijolo, a primeira em mais de 30 anos. Voluntária e educadora social, ela ajuda na organização do natal.

O Natal da paz da Ilha de Santa Therezinha tem hoje apresentações culturais, e na manhã deste sábado haverá a distribuição de presentes. A comunidade informa que quem quiser participar e doar basta dirigir-se à capela da comunidade ou procurar a dona Socorro Mendes. Quem for, no mínimo ganhará de presente a imagem com centenas de crianças sorrindo para o natal.

"Aumentou muito a autoestima do povo da comunidade, a diminuição do preconceito que havia contra essa área. O que queremos é deixar de ser uma ´ilha´, com a construção de uma ponte que ligue ao Centro da cidade, para evitar as canoas com a cheia do Rio Jaguaribe", afirma Ítalo Diógenes.

REPÓRTER: MELQUÍADES JÚNIOR