Profetas das chuvas apontam bom inverno

Na obervação das plantas, insetos e pássaros,
como a casa da Maria-de-barro, os profetas
definem suas previsões. Alguns, no entanto,
têm cautela na previsão

Alguns estudiosos do comportamento da natureza afirmam que existe possibilidade de haver enxurrada

Quixadá. Alguns "profetas da chuva", como são conhecidos os sertanejos especializados em prever a chegada da estação chuvosa através dos sinais da natureza, começaram a divulgar os resultados de suas experiências. Para firmarem suas conclusões ainda faltam algumas observações como as luas na noite de Natal e do Ano Novo. Porém, como estão entre os mais conceituados de Quixadá, adiantam seus diagnósticos.
Baseando-se no comportamento danatureza,estudiosos
afirmam que existea possibilidade de enxurrada

Para eles, o inverno promete ser similar, e até melhor, em relação ao registrado neste ano. Eles também alertam para chuvas fortes logo no início no Ano Novo. As enxurradas da semana passada na região do Cariri devem se repetir e atingir também a Zona Norte do Ceará.
O criador de gado leiteiro, Chico Leite, é um dos
principais nomes entres os profetas que estarão
reunidos em Quixadá
O agricultor Francisco Leite Filho, o Chico Leite, é um deles. Conforme o profeta, a barra da Lua de 18 de outubro, o movimento das formigas de roça e as revoadas dos tetéus para construírem seus ninhos, em busca de lugares afastados da cama d´água do Açude do Cedro, onde ele cria gado em um dos lotes do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), são sinais suficientes para antever a situação do próximo inverno. Pelos estudos dele, será semelhante ao deste ano.

Cautela na previsão

Por outro lado, a natureza anda confundindo quem se apropria de sua metamorfose para prever a sua reação, principalmente quanto à chegada das chuvas, ao longo dos meses. Ele se refere aos juazeiros; alguns já floriram e descarregaram cedo; outros, ainda estão abrindo a folhagem. Coisas assim não aconteciam anteriormente. A florada era para ser toda igual. Talvez seja motivo de enxurrada no início de 2012. Mas ele prefere esperar a primeira lua cheia do próximo ano para se certificar. "Se vier com muita ventania e nevoeiro, o chuveiro vai ser realmente "espatifado", acredita.

Ao lado de Chico Leiteiro, Antonio Lima, Joaquim Muqueca, Paroara e Jacaré, Chico Leite tem feito boas previsões, principalmente nos últimos anos. Uma curiosidade sobre suas experiências, herdadas de pai para filho, é a da garrafa de São João. Ele enterra o vasilhame de vidro com água pela metade, ao lado da fogueira; alguns dias depois, a garrafa é desenterrada. Se o nível da água for maior vai haver mais chuva do que no inverno anterior. Caso seja menor, chove menos. Pode parecer uma superstição, mas a experiência popular tem dado certo.

Estrelas colaboram

Para o odontologista Paulo Costa, o único dos "profetas da chuva" com formação superior, vai haver pré-inverno, com chuvas espaças logo em janeiro. O mesmo fenômeno deve se repetir em fevereiro. A partir de março, início da quadra invernosa, a chuva deve engrossar um pouco, e prosseguir até julho e meados de agosto, como ocorreu neste ano. Mas, mesmo assim, ele acredita que será dentro da média histórica, pelo menos no Sertão Central. Ele avalia a possibilidade do surgimento de enxurradas, nas regiões próximas do Piauí o do Maranhão, ao norte do Estado.

Paulo Costa utiliza os astros para fazer suas previsões. Nas suas observações o "Balanço do Cruzeiro" é de fundamental importância. Ele observa, a olho nu, as duas estrelas, situadas acima e abaixo da constelação de Orion. O quadro tem sido praticamente o mesmo do ano passado. A confirmação do inverno vem com a observação de outro fenômeno astronômico, a reluz da "Pé de Maria", uma estrela que costuma se apagar em meados de setembro a acender novamente no início de fevereiro. Se o fenômeno ocorrer, o inverno no Ceará está confirmado.

Natureza maltratada

Quem também prevê de bom inverno para melhor é Erasmo Barreira, embora discorde de Chico Leite sobre os juazeiros. Ele acrescenta se basear nas árvores nativas existentes na região serrana de Quixadá, onde possui uma pequena propriedade. Quanto aos ninhos de "Maria-de-barro", uma especialidade do profeta, não resta dúvida, tem inverno. Mesmo assim, certeza mesmo somente com a última lua cheia do ano. Mas para ele a chuvarada do Sul do País vai atingir o Ceará. Ele espera mais "castigo" na região do Cariri, mas esclarece: "não é coisa do nosso inverno. Isso é resultado da destruição da natureza, provocada pelo homem".

Para os mais meticulosos e supersticiosos, arriscar o palpite antes da hora é por abaixo a própria reputação. Preferem aguardar um pouco mais e divulgar o resultado de suas pesquisas somente no segundo sábado de janeiro de 2012, no Encontro dos Profetas da Chuva, realizado tradicionalmente em Quixadá.

Funceme prevê

No mês passado, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) havia divulgado a confirmação da configuração do fenômeno La Niña no Oceano Pacífico. O quadro aponta para uma boa quadra chuvosa no próximo ano no Ceará. Todavia, a confirmação deve ocorrer somente a partir de janeiro, como explicou o gerente de meteorologia da Funceme, Geraldo Ferreira, a este jornal em novembro passado.

Em seu portal, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) aponta com previsão climática para o trimestre de janeiro a março de 2012 maior probabilidade de ocorrência de chuva na categoria acima da normal climatológica no norte da Região Norte do País. Para o norte da Região Nordeste, a maior probabilidade é de chuvas entre as categorias normal e acima da normal climatológica (75% de probabilidade). A previsão foi elaborada pelo CPTEC/Inpe em conjunto com o Inmet e os centros estaduais de Meteorologia.

Mais Informações:
Instituto de Pesquisa de Violas e Poesia Cultural Popular do Sertão Central. Rua Basílio Pinto, 275 - Quixadá - Ceará
(88) 9635 0828

COLABORADOR: ALEX PIMENTEL

Encontro reunirá cultura e arte do homem sertanejo

Quixadá. O XVI Encontro dos Profetas da Chuva deverá contar com pelos menos 30 participantes de todo o Estado, segundo informação de João Soares. Juntamente com o engenheiro Helder Cortez, ele organiza e realiza o tradicional evento onde sábios da natureza preveem a quadra invernosa do novo ano no sertão do Ceará. Mais uma vez devem se reunir no antigo Clube do Agrônomo, no entorno do Açude do Cedro, a pouco mais de 5Km do Centro de Quixadá.

Debaixo de frondosas árvores cada um deles vai apresentar os resultados de suas experiências, atraindo dezenas de curiosos por toda a manhã.

Segundo João Soares, o Encontro deste ano será dedicado ao médico Antônio Magalhães, falecido no início de julho deste ano. Era um admirador e incentivador das experiências realizadas pelos conterrâneos sertanejos, cujas profecias ganharam destaque mundo afora.

Mais homenagens

Outros nomes devem ser reconhecidos na solenidade, mas ele não adiantou para não estragar a surpresa. Acrescentou, porém, a participação de profetas da chuva dos municípios de Canindé, Sobral, Juazeiro do Norte e um considerável grupo de Tejuçuoca, onde também é realizado Encontro similar.

Antecedendo o Encontro dos Profetas, oito duplas de violeiros do Ceará e de outros estados se reúnem nesta cidade para participarem de mais um Encanta Quixadá. O objetivo da disputa é atrair os visitantes que chegam de outras regiões para ver os profetas, a assistirem mais um espetáculo da cultura tipicamente nordestina, a da cantoria de viola. Os repentistas, como também são conhecidos esses artistas, serão desafiados a cantarolar temas alusivos aos profetas das chuvas, enaltecendo mais ainda a sabedoria popular.

Aberto ao público

Os organizadores ressaltam não haver qualquer restrição quanto à participação do público. Todos tem acesso livre aos dois eventos, a entrada é gratuita. Além dos protagonistas são aguardados pesquisadores, estudantes e admiradores de vários estados do Brasil.

Interesse internacional

Quem também deve participar da festa é a doutora em antropologia da Universidade norte-americana do Arizona, Karen Penesi. Ela tem dedicado seus estudos sobre as observações da natureza, feitas por homens simples, apenas em busca do convívio com o fenômeno meteorológico, muito importante para a sobrevivência do semiárido brasileiro.

Mais informações
IV Encanta Quixadá
Dia 13 de janeiro - 19 horas
Fundação Cultural Rachel de Queiroz XVI Encontro dos Profetas da Chuva, Dia 14 de janeiro - 8 horas . Clube do Agrônomo, no Açude do Cedro