Limoeiro e Morada Nova receberão UNIDADES DE PRONTO ATENDIMENTO

Definidos os municípios que receberão as 16 UPAs a mais para o Ceará

Limoeiro e Morada Nova e mais 12 municípios do Estado receberão as UPAs 24 horas. Como o próprio nome sugere, são Unidades de Pronto Atendimento que ficam abertas 24 horas do dia até mesmo nos finais de semana e feriados. São 24 horas também porque nelas os pacientes podem ficar em observação até 24 horas. Nas UPAs os médicos prestam socorro em casos de urgência, com apoio do serviço de raio x, laboratório para exames e aparelho de eletrocardiograma.

No Ceará serão mais 16 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), que se somarão às 32 já em construção ou liberadas pelo Ministério da Saúde, totalizando 48 UPAs 24 horas no Estado. Esse acréscimo foi informado pelo secretário da Saúde do Estado e ele assinala que outras UPAs ainda podem vir para o Ceará. Segundo destacou Arruda Bastos na reunião, “a articulação e sensibilização junto ao Ministério da Saúde será mantida para outros municípios que tenham menos de 50 mil habitantes e não participem de consórcios de UPAs”.

Os outros municípios que vão receber novas UPAs são: Acaraú, Acopiara, Boa Viagem, Camocim, Crato, Fortaleza, Granja, Icó, Maracanaú, Pacatuba, Tianguá, Trairi. Em Tianguá, a UPA será instalada através de consórcio público com o município de Viçosa do Ceará. Lá, a nova unidade terá porte 2, com 9 a 12 leitos e atendimento diário de até 300 pacientes. No Crato, o porte da UPA também será tipo 2. Nos outros municípios, com exceção da capital, A UPA terá porte 1, realizando de 50 a 150 atendimentos por dia.

Na Capital, a gestão municipal analisa se o porte das três novas UPAs será tipo 2 ou 3. Nas UPAs porte 3 há de 13 a 20 leitos e são feitos até 450 atendimentos por dia. Em Fortaleza, além dessas três novas unidades, o governo do Estado e o Ministério da Saúde já construíram quatro UPAs 24 horas. Dessas, duas são tipo 2 e duas tipo 3. Estão com as instalações já prontas e sendo equipadas para inauguração. Ficam localizadas nos bairros Praia do Futuro, Canindezinho, Henrique Jorge e Coaçu.

Com informações do Governo do Estado
 REPÓRTER: MELQUÍADES JÚNIOR
Fonte: Diário Vale do Jaguaribe