SERTÃO CENTRAL Sobem para 18 os casos confirmados de gripe A

Mais um caso da enfermidade foi constatado no Sertão Central. A ocorrência se deu em Boa Viagem

Quixadá. A direção do Hospital Municipal e Casa Saúde Adília Maria, em Boa Viagem, confirmou mais uma notificação positiva de contaminação do vírus H1N1, da gripe suína, no Sertão Central.

De acordo com o Hospital o paciente é um homem. Ele mora na localidade de Campinas, na zona rural do Município, onde se encontra sob observação. Trata-se de um lavrador. Retornou recentemente de São Paulo. Havia chegado de Pedra Branca há quatro dias.

Outros 23 casos estão sendo investigados. Uma equipe da Vigilância Epidemiológica municipal formou uma barreira epidemiológica naquela área para evitar que a doença se espalhe. A confirmação oficial deve ser anunciada hoje pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesa). Com a divulgação de Boa Viagem sobe para 18 o número de casos confirmados da doença provocada pelo H1N1 no Ceará até o encerramento desta edição. De acordo com a Sesa, do início surto em Pedra Branca, no dia 18 de novembro passado, até a última sexta-feira, dia 2, haviam sido notificados 620 casos suspeitos na região.

Na relação, um de Quixeramobim, de um bebê de nove meses, foi descartado. Por coincidência a criança também esteve em Pedra Branca, com os pais e agora está em casa. A mãe é uma profissional de saúde do Município. Como o paciente de Boa Viagem, passa bem. Os paciente estão sendo tratados com Ttamiflu, um medicamento antiviral para esses casos.

Em Quixadá, foi confirmada mais uma contaminação de um estudante. Ele seguiu para Fortaleza, onde os pais residem, por vontade própria, mesmo antes do resultado do Laboratório Central (Lacen) chegar.

Controle
Todavia, segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica do Município, Juliana Câmara, além de apresentar um quadro clínico satisfatório, ao viajar adotou todos os cuidados recomendados para evitar a proliferação do vírus Influenza.

O paciente, natural de Pedra Branca, estuda em Quixadá. Ao apresentar os sintomas característicos da gripe preferiu não ir à aula, seguiu para o hospital.

Na opinião dos especialistas em saúde das cidades vizinhas a Pedra Branca a situação está sob controle. Todas as medidas estão sendo tomadas para evitar que o surto se expanda. Nessas cidades ainda não foi definido se haverá vacinação em massa. Quanto mais distante do foco, a população demonstra menos preocupação.

Em Quixadá, o único movimento anormal pode ser visto nos ônibus intermunicipais que seguem para a cidade onde foram detectados os primeiros casos da gripe suína no Estado este ano. Motoristas e passageiros usam máscaras.

Mas apesar da situação de normalidade a preocupação continua. Ninguém sabe ao certo quantos moradores das cidades da região, principalmente as mais próximas de Pedra Branca, estiveram em uma vaquejada realizada naquela cidade no fim de semana em que o surto começou. A cidade mais próxima é Mombaça, a pouco mais de 20Km pela CE 060.

Boa Viagem vem logo em seguida, com 43Km, pela CE 168 e Senador Pompeu, a pouco mais de 50Km, com trechos na CE 168 e BR 226. Em Milhã e Solonópole, até ontem não havia sido divulgado nenhum caso suspeito nessas cidades.

MAIS INFORMAÇÕES

Secretaria de Saúde de Boa Viagem : (88) 3427.7352
Secretaria de Saúde de Quixadá: (88) 3414. 4647
Colaborador ALEX PIMENTEL
Fonte: Díario do Nordeste-Regional